Vinagre

Vinagre

O vinagre, à semelhança do vinho, possui antioxidantes e flavonóides, substâncias que estão associadas à redução no risco de desenvolvimento de doenças crónicas, como as cardiovasculares. Além disso, o vinagre acentua o sabor dos alimentos, podendo reduzir a utilização de sal, sendo desta forma uma aliado no combate à hipertensão arterial.
Vinagre quer dizer vinho agre ou azedo, e já foi utilizado como anestésico e na conservação de alimentos.
O vinagre é resultado de uma dupla fermentação, primeiro alcoólica e depois acética.

Temos hoje em dia uma vasta oferta de vinagres:

  • O vinagre de arroz é popular como vinagre japonês, resultado da fermentação
    deste cereal. Tem um sabor suave e um pouco doce. É ideal nos pratos orientais,
    na modalidade chinesa e japonesa.
  • O vinagre balsâmico conserva muitas substâncias antioxidantes das uvas,
    como os flavonóides, ligadas com a diminuição do risco das doenças
    cardiovasculares. Esse tipo é mais denso, com sabor agridoce e aroma de
    madeira. É indicado o uso nas saladas, e nos molhos frios em carnes e legumes.
    Um estudo realizado em 2006, pelo Prof. Dr. Robert Vogel da Universidade
    Maryland, nos Estados Unidos revela que o balsâmico, associado ao azeite,
    ajuda a reduzir a repentina inflamação e oxidação das artérias, pois preservam a
    elasticidade e flexibilidade das artérias independente dos níveis de colesterol.
  • O vinagre de maçã surge da fermentação da fruta. Dessa maneira algumas
    substâncias são mantidas, como a pectina, a fibra solúvel que contribui para a
    digestão e em eliminar as toxinas. Há teor de vitaminas e minerais. Esse é o
    menos ácido com sabor um pouco doce. Muito indicado para saladas, molhos, e
    conservas.
  • O vinagre de vinho branco possui as propriedades boas da uva, como o vinagre de vinho tinto. Este é proveniente da fermentação acética do vinho.
    Tem sabor leve e frutado, muito recomendado em saladas, molhos frios,
    conservas, como no processo de marinar as carnes brancas, principalmente o
    peixe.

Pessoas com sensibilidade gástrica, devem controlar a sua utilização de modo a
não piorarem os sintomas como azia ou gastrite.

 

Carolina Fontes
Nutricionista
Membro Activo da Ordem dos Nutricionistas – 1585N

 

 

 

Testemunho: Marco Teixeira

Testemunho: Marco Teixeira

Olá! Sou o Marco, mais conhecido por Teixa, tenho 24 anos e sou de Cinfães. Vim para Guimarães com uma proposta de estágio e, entretanto, acabei por ficar por cá, já lá vai um ano e 3 meses. Foi aqui, no berço de Portugal, que arranjei um novo amor, o CrossFit. Conheci esta modalidade em 2016 numa “box” de um ginásio. No entanto, como fui de Erasmus estive apenas 3 meses à experiência nessa “box”.
Gostei, mas não foi algo que pudesse ser considerado como um “novo amor”. Numa nova cidade e sem amigos cá, foi então que, há cerca de 1 ano e 2 meses, voltei a experimentar o Crossfit mas, desta vez, aqui na 5.7 CrossFit. Depois do primeiro treino com o Coach Marcos, percebi que, afinal, isto tinha muito mais sentido do que aquele que eu tinha visto inicialmente. As pessoas e o desafio tornaram tudo isto numa história totalmente diferente. Com o tempo, o amor foi crescendo, deixei o ginásio por achar que aquilo era “uma seca” e, desde então, cada dia é um desafio, em que o objetivo é ser melhor do que ontem. Alterei a forma como encarava muitas coisas, não só fisicamente, mas também mentalmente, estou diferente. Sou muito mais lutador e capaz de definir objetivos em todos os campos da minha vida.

Esta mudança deve-se muito a esta grande comunidade, que todos os dias, me orgulho de pertencer. A todos vocês, um muito obrigado! E como é óbvio, não podia deixar de agradecer, especialmente, aos nossos mentores, que têm muita paciência com a minha coordenação, Marcos, Paulinho e Verinha muito obrigado pelos vossos conselhos, raspanetes e encorajamentos, o que melhorei, melhorei graças a vocês.

Não sei quanto tempo ficarei cá por terras de D. Afonso Henriques, mas quando cá voltar sei que a frase “Numa nova cidade e sem amigos cá” já não se aplicará mais.

Beijos e Abraços,
Marco Teixeira

Foco – Because focus matters

Foco – Because focus matters

 

“Para onde vai a tua atenção, flui a tua energia”
Pedro Vieira

Todos nós temos filtros que usamos diariamente e que determinam para onde vai a nossa atenção. Esses filtros (crenças, valores, experiências passadas, etc) condicionam a forma de te percepcionares a ti mesmo e de percepcionares o que te rodeia num dado momento. E é isso que dá origem ao teu foco, é o que estás a prestar atenção nesse exato momento, fazendo emergir um conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos que geram as tuas experiências que, por sua vez, fazem a tua vida ser o que é. É simples então perceber que para mudar a tua vida, precisas primeiro de mudar os teus filtros, que mudarão o teu foco, que mudará o teu conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos, que mudará as tuas experiências. O teu foco tem um impacto direto na tua vida ao determinar o que fazes e os resultados que obténs.
Será então interessante questionares-te o seguinte: Que resultados estou a obter neste momento? Estes resultados estão alinhados com o que eu quero para mim?
Se sim, parabéns! Continua focado no teu caminho.
Se não, será interessante perceberes que filtros estás a usar e de que forma podes altera-los a teu favor.
Apresentamos-te algumas estratégias que te ajudarão a melhorar o teu foco:

1) Mente de Principiante
Esta é uma das atitudes de mindfulness que defende que tudo acontece sempre pela primeira e última vez. O que fazes agora será sempre a primeira e a última vez que o fazes. Por exemplo, um levantamento de peso hoje nunca será como o de ontem porque o de hoje será feito pela primeira e última vez. Integrar esta atitude na tua vida permite libertar-te dos filtros que os teus hábitos, as tuas rotinas e as tuas experiências passadas instalaram em ti de forma a observares as coisas como elas são agora dando assim espaço à possibilidade de novas experiências e de novos resultados.

2) Crenças Possibilitadoras
Aquilo em que acreditas (as tuas crenças) molda a tua atenção. Existem as crenças possibilitadoras que criam uma janela de oportunidades e as crenças limitadoras que limitam as oportunidades.
As crenças têm muitas vezes origem em experiências vividas por nós ou em crenças que nos foram transmitidas no passado por pessoas em quem nós confiamos.
Assim, o que acreditas que consegues ou não consegues tornar-se-á o teu foco. Crenças limitadoras tal como “não sou suficiente”, “não consigo”, “não tenho tempo”, “não sou capaz”, “não é para mim”, etc, geram um conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos que irão certamente confirmar essas tuas crenças. Ao mudares aquilo em que acreditas, crias um novo foco e consequentemente um novo conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos que apoiarão a tua nova crença e te proporcionarão resultados diferentes.
Perguntas interessantes a fazer: O que me leva a acreditar nisto? Será mesmo verdade? Se eu não acreditasse nisto, em que acreditaria?

3) Definição de Objetivos Irresistíveis
Foco também é definires objetivos irresistíveis que possam guiar os teus pensamentos, sentimentos e comportamentos na direção que melhor te serve. E para isso, é importante definires primeiro a tua intenção: Qual a minha intenção? O que quero para mim?
Ao definires a tua intenção, crias um novo filtro e por consequência crias também um novo foco. Por exemplo, se defines que queres ter uma alimentação saudável para potenciar os teus treinos, a informação que chega até ti será filtrada de acordo com a tua intenção pelo que começarás a reparar naquilo em que estás focado e poderá parecer que todos à tua volta se lembraram de fazer exatamente como tu. Na verdade, isso já poderia estar a acontecer, a diferença é que tu não reparavas por isso não ser o teu foco e não fazer parte das tuas intenções.
Começa já hoje a definires a tua intenção e os teus objetivos para o próximo semestre e a avançares focado e passo a passo em direção aos mesmos: o que quero? Onde quero chegar? Qual o próximo passo que posso dar agora e que me permite ficar mais perto do meu objetivo?

4) Cadeia de Excelência
As tuas experiências dependem do estado emocional em que te encontras. Por exemplo, quando vais treinar a sentires-te emocionalmente em baixo, como achas que será o teu treino? Ao invés, quando vais treinar a sentires-te emocionalmente bem, como é o teu treino? O nosso estado emocional está na base das experiências que vivemos. Estas podem ser boas ou menos boas consoante a forma como nos sentimos num dado momento. Daí o estado emocional funcionar como um filtro, neste caso um filtro emocional que condiciona a tua atenção e dá origem a um conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos que, por sua vez, influenciam as tuas experiências.
Podes então mudar o teu foco, mudando o teu estado emocional e para isso existe a cadeia de excelência 😉 Perante um determinado contexto, experimenta fechar os olhos e respirar como respirarias se já tivesses ativo o estado emocional que achas que melhor potenciaria a tua performance nesse contexto (por exemplo sentir-te cheio de energia; sentir-te confiante, etc). Faz isso durante 60 segundos e depois observa como, com um novo foco, utilizas de forma diferente os teus pensamentos, sentimentos e comportamentos, gerando novos resultados!

Be 5.7!

Living Really Everyday,

Marta & Elisabete
Liverealtoday.com

Nutrição para crianças – Sê a mudança que queres ver no mundo!

Nutrição para crianças – Sê a mudança que queres ver no mundo!

A nossa intenção enquanto pais é sempre a melhor independentemente das escolhas que fazemos. No entanto, nem sempre fazemos as escolhas mais assertivas por falta de informação, pressão social ou condições económicas.

A alimentação das crianças é um tema que me toca muito pois também sou mãe de 3 crianças pequenas e, devido à minha doença auto-imune, tenho a plena consciência do impacto da alimentação na saúde, para o bem e para o mal.
Por isso, faz parte da minha missão deixar o melhor legado possível aos meus filhos e às futuras gerações.
Quero dar-lhes as ferramentas certas para eles crescerem saudáveis e atentos para continuarem a ser a mudança tão necessária à sustentabilidade e à continuidade do nosso planeta.

Acredito na diferença que podemos fazer no mundo, acredito na semente da consciencialização, da força interior e da mudança positiva. É urgente alterarmos os hábitos alimentares das nossas crianças para que a saúde plena volte a ser uma condição normal e não a doença, do ser humano e do planeta!

Se acreditas nesta filosofia, então temos uma oferta para ti que te vai ajudar a iniciar o caminho da mudança. Temos um mini e-book de snacks saudáveis pensados para crianças mas que também são ótimos para ti! Pois lembra-te, a mudança começa em ti!

Marta
Coach alimentar
Liverealtoday.com

Snacks Saudáveis para Crianças

Testemunho: Isabel Martins

Testemunho: Isabel Martins

Olá futuro atleta, o meu nome é Isabel e tenho 33 anos.
Depois de muitas aventuras por esse mundo fora, voltei para ficar na minha cidade e, como tinha prometido ao Coach Marcos que quando voltasse iria experimentar o seu novo espaço, quando cheguei fui cumprir a promessa.
E que promessa…. Saí do primeiro treino pior que os peregrinos que fazem o caminho de Santiago…. DESDE ROMA.
Era toda uma panóplia de siglas que eu não entendia, mas que na verdade eram exercícios que toda a gente conhece da sua infância, e que se traduziram em 15 dias com todo um corpo a movimentar-se de forma estranha. MAS….não faltei aos treinos seguintes. Aí soube que era amor 😀
Fui sempre muito ativa, aliás, era e sou Maria-rapaz, e sou fascinada por desporto, apesar de ter um problema um pouco limitativo nos movimentos das pernas.
Logo o Coach Marcos me disse que o CrossFit não é aquele bicho papão das lesões que toda a gente lê e ouve falar.
É perfeitamente adaptável a cada individuo, e que existem os WODs – plano de exercícios para esse dia- e que cada exercício tem imensas possibilidades de ser adaptado, trabalhando o mesmo grupo de músculos que o resto do grupo. A única coisa que não é adaptável é o tempo, o que da aquela “pica de competição” que eu tanto gosto.
Faz um ano que faço parte desta comunidade, um grupo de amigos e de colegas e não apenas pessoas a quem dizes bom dia quando entras num “GYM”. Aqui estamos todos a lutar pelos nossos objetivos sejam eles quais forem e toda a comunidade te apoia e saúda pelos teus feitos (dentro e fora da box). Estou prestes a fazer a minha primeira elevação na barra, saltar a corda tornou-se novamente brincadeira de criança e competi nos meus primeiros GAMES IN da comunidade com distinção 😀
Obrigada ao Coach Marcos (porque se não fosse por ele, eu não teria nunca ido experimentar esta modalidade), ao Coach Paulinho (que me acompanha todas as semanas) e também à Coach Vera (que é uma inspiração para muitas de nós). E claro também a toda a comunidade de maravilhosos seres humanos que compõem a caixota mais cool de Portugal – 5.7 CrossFit
“para o infinito e mais além” – Buzz Lightyear (Toy Story)