Ritmo Circadiano

Ritmo Circadiano

O ritmo circadiano corresponde a um ciclo de 24 horas, em que o nosso organismo reage a oscilações hormonais e de temperatura, que influencia o nosso comportamento alimentar e ciclo sono/vigília. Essas oscilações hormonais ocorrem ao longo do dia e influenciam o nosso padrão alimentar.

Certos transtornos alimentares, como a compulsão alimentar, ou a compulsão noturna, têm sido relacionados com alterações no ritmo circadiano.

Estudos sugerem que ingerir um valor calórico maior pela manhã (ou primeira parte do dia) pode resultar numa diminuição da ingestão total durante o dia, enquanto a ingestão de uma grande quantidade energética à noite pode resultar em um aumento do total da ingestão. O aumento do apetite e a preferência por alimentos mais calóricos parecem estar presentes na privação do sono.

A leptina é uma hormona que é secretada pelo tecido adiposo e promove a redução da ingestão alimentar e o aumento do gasto energético. A privação do sono também resultou em níveis menores de leptina, aumento dos níveis de grelina, cortisol e do apetite.

Os níveis de leptina e grelina encontram-se aumentados durante o sono, enquanto os níveis de cortisol tendem a estar menores à noite, elevando-se no início da manhã. Isto acontece em situações normais de sono.

A grelina, por sua vez, influencia o gasto energético, a secreção e a motilidade gástrica. É produzida no estômago, e os seus níveis diminuem na presença de hidratos de carbono e aumentam com a ingestão de proteínas e gorduras. O cortisol, é conhecido pela hormona do stress, e está associado ao aumento da ingestão energética.

A secreção dos níveis destas hormonas reguladoras, são importantes para o padrão diário das refeições, por isso, respeitar o ritmo circadiano, nomeadamente o ciclo sono/vigília tem influência no bem-estar, e influencia o apetite, condicionando deste modo a ingestão alimentar.

Carolina Fontes
Nutricionista

Membro Activo da Ordem dos Nutricionistas – 1585N